Ocorreu um erro neste dispositivo

domingo, 2 de fevereiro de 2014

À beira do mundo


Era uma vez um poeta. Um poeta é como um pescador.
O pescador vive à beira-mar, o poeta vive à beira do mundo.

João dos Santos, Ensaios sobre Educação - II O Falar das Letras





Sem comentários:

Enviar um comentário